Júri

Nosso júri cresceu. Agora são seis jurados técnicos especialistas para avaliar as produções das mostras competitivas de Libras e audiodescrição.

Eles estarão presentes no festival para enriquecer ainda mais os debates. Pela primeira vez, teremos a “Mesa do júri”, encontro para comentar sobre os curtas em competição deste ano.

 


 

Júri Popular

O júri popular concede dois prêmios aos participantes das Mostras Competitivas de Curtas: Melhor do Júri Popular Presencial, e o de Melhor do Júri Popular Na Rede. A votação presencial será feita pela plateia presente durante as sessões no cinema, por meio de cédulas impressas em tinta, em fonte ampliada, ou em braile. A votação Na Rede será feita no site do festival mediante uma breve inscrição do público on-line.

Júri Mostra Competitiva AD

Foto de Eliana Franco
Eliana Franco

É doutora em Letras pela KULeuven (Bélgica, 2000), especialista em Tradução Audiovisual e Acessibilidade, legendista e audiodescritora há mais de 15 anos. Foi docente da UECE, UFBA, e colaboradora da UFRJ. Atualmente, leciona no curso de Produções Audiovisuais Acessíveis (Filmes Que Voam, SC) e na Especialização em Audiodescrição da PUCMINAS. Atua como tradutora em vários projetos de AD e LSE no Brasil e em Portugal, e como consultora e formadora em acessibilidade para a Sintagma Lda (Portugal). É cidadã do mundo.

Foto de Elizabet Sá
Elizabet Sá

É psicóloga e consultora em audiodescrição. Participou do júri técnico das edições da mostra competitiva de filmes com audiodescrição do Festival VerOuvindo, em Recife, em 2016, 2017 e 2019. Foi curadora da Mostra Potiguar de filmes com audiodescrição do Festival Urbanocine 2020/RN. Em 2020, foi professora do curso de formação de consultores em audiodescrição, promovido pela ONCB, em parceria com a Ver com Palavras. Atuou como consultora nos cursos de Audiodescrição para o cinema e de narração, promovidos pela Sintagma/PT em 2020 e 2021. Coordena o Coletivo de Consultores em Audiodescrição.

Foto de Letícia Schwartz
Letícia Schwartz

É a coordenadora de produção da Mil Palavras Acessibilidade Cultural desde 2009. Atua como audiodescritora, legendista e ledora – e é também atriz, nas horas vagas. Nos últimos anos, vem dedicando especial atenção à audiodescrição para produções artísticas.
Traz como formação acadêmica a graduação em Artes Cênicas (UFRGS), a Especialização em Audiodescrição (UFJF), a Especialização em Legendagem para Surdos e Ensurdecidos (UECE) e, recentemente, o mestrado em Artes Cênicas (UFRGS), dedicado à pesquisa acerca das especificidades da audiodescrição para teatro.

Júri Mostra Competitiva Libras

Foto de Alessandro Vasconcelos
Alessandro Vasconcelos

Mestrando em Linguística e Língua Portuguesa (UNESP); Especializando em Tradução de Textos de Português para Libras (INES); Especialista em Libras e Educação Inclusiva de Pessoa Surda (Faculdade Alpha); Graduado em Licenciatura Letras Libras da (UFPE). Atualmente é Professor/Instrutor de Libras do Centro de Apoio ao Surdo (CAS) – SEE; Atua como Consultor, Tradutor e Intérprete de Libras no contexto audiovisual. Diretor Financeiro da ATILSPE.

Foto de Carlos Di Oliveira
Carlos Di Oliveira

Licenciado em História pela UFRPE, Pós-graduado em Libras pela UNIVERSO, Técnico em tradução e interpretação de língua de sinais brasileira pela ETEASD. Atualmente, além de membro efetivo do quadro de tradutores/intérpretes do Instituto Federal de Pernambuco – IFPE, Carlos di Oliveira se dedica à tradução audiovisual em língua de sinais – TALS, mais conhecida como Janela de Libras, produzindo traduções para cinema, clipes, propagandas e diversos gêneros de vídeos para as redes sociais. Participou de projetos e festivais, entre eles o pioneiro VerOuvindo e o Projeto Alumiar, que tornou acessível 20 longas brasileiros. É fundador do canal Se liga nas mãos, que conta com mais de 28 mil inscritos e mais de 800 mil visualizações. Está como presidente da Associação dos Tradutores, Intérpretes e Guia-intérpretes do estado de Pernambuco – ATILSPE.

Foto de Jonatas Medeiros
Jonatas Medeiros

É Tradutor Intérprete de Libras. Graduado em Letras/Libras (licenciatura) pela UFPR. Pós-graduando em Produção Cinematográfica e Audiovisual – PUCPR e Mestrando em Estudos da Tradução pela UFSC. Atua como intérprete no contexto educacional e como tradutor de materiais acadêmicos em videolibras. Tem gosto pela tradução poética e a tradução intermodal/intersemiótica de textos artísticos e literários com interlocução em peças teatrais, conteúdos audiovisuais e produções independentes bilíngues/biculturais.